Aston Martin produz elétricos de luxo na China

A corrida às últimas tecnologias que permitem apresentar no cada vez mais exigente mercado automóvel, não conhece limites, mas até há pouco tempo essa preocupação não tinha ainda chegado às marcas de carros de luxo. Seguindo as ações levadas a cabo por alguns dos seus concorrentes, a Aston Martin procura ganhar terreno às tendências corretas e projetar o futuro na produção de automóveis movidos a eletricidade.

Assim a marca inglesa, conhecida pelos seus carros de design único e potentes, celebrou uma parceria com o grupo chinês de tecnologia Leeco para em conjunto desenvolverem o primeiro veículo elétrico de luxo da marca inglesa, que poderá chegar ao mercado no ano de 2018.

O projeto de colaboração tem como objetivo o desenvolvimento de um veículo elétrico com base no modelo Rapide S. Apesar de os números em termos financeiros não terem sido divulgados, os responsáveis das duas organizações afirmam que esta plataforma de entendimento vai permitir desenvolver veículos elétricos no futuro que podem servir interesses de ambas as partes e de acordo com a procura e as condições do mercado em cada conjetura.

Esta ação vem no seguimento da política levada a efeito pelo governo chinês, no sentido de promover a criação e produção veículos elétricos para diminuir os níveis de poluição atmosférica nas cidades chineses, naquele que é o neste momento o maior mercado do mundo.